A hora certa para comer um doce sem atrapalhar a dieta

Quem não gosta de um doce? Em alguns momentos, bate aquela vontade incontrolável de devorar um chocolate. Mas infelizmente, essa não é a melhor hora para comer um doce. Ao menos não para quem quer emagrecer e manter a dieta.

Quando comer um doce sem o risco de engordar?

Segundo especialistas, o melhor momento para comer um doce é depois das refeições. O açúcar se mistura com os outros nutrientes ingeridos e evita picos de insulina no sangue.

Já quando comemos doces de barriga vazia, os níveis de açúcar no sangue aumentam bem rápido, provocando esse pico. E essa oscilação não é saudável, podendo estar relacionada com diabetes, obesidade e outras doenças.

Alguns nutricionistas acreditam também que uma boa hora para um doce é depois da atividade aeróbica. Isso porque o doce tem como fonte os carboidratos simples, que vão repor as reservas de energia do músculo gastos durante o exercício.

Existe melhor hora para comer um doce?

Doces X Dieta

Alguns especialistas recomendam a ingestão de uma proteína junto com o carboidrato, para minimizar os efeitos da insulina. Ingerir um carboidrato junto de outro grupo alimentar faz com que o estímulo de secreção da insulina seja menor.

Além disso, após a refeição e de estômago cheio, a tendência é que a quantidade de doce consumida seja menor.

Mas é bom não exagerar. A quantidade diária de açúcar recomendada na alimentação dos adultos deve ser de 60g. Vale lembrar que não são só os doces que possuem açúcar. Ao longo do dia consumimos muitos outros alimentos que o possuem, e um docinho pode superar essa dose recomendada.

O que você deve evitar é comer doces em jejum. A ingestão isolada de um doce faz com que nosso organismo sofra com picos de glicose e de insulina e assim são grandes as chances de surgir aquela “querida” gordura abdominal. Sem contar que esse aumento está ligado a problemas mais sérios como a diabetes e obesidade.

Então o doce está liberado?

Mesmo nas dietas mais “radicais”, os especialistas não costumam recomendar a retirada total do doce na alimentação. Mas claro que há um limite a ser respeitado.

Se o seu objetivo é emagrecer, a recomendação é comer doces apenas aos finais de semana, mas sem exageros. O segredo para que o doce não comprometa sua dieta está na quantidade. Você deve comer pouco e no máximo duas vezes por semana. Ou seja, isso não quer dizer que você pode comer uma caixa de bombons em um dia, e devorar um bolo de chocolate no outro. Evite exageros se quiser emagrecer.

Melhores doces para quem está de dieta

Os doces mais recomendados são aqueles a base de frutas. Frutas desidratadas, bananada sem açúcar ou um picolé de frutas são boas opções. Mas caso você não resista a um chocolate, escolha o amargo. Ele tem mais de 60% de cacau e menos açúcar na composição.

O maior problema em comer doces é a frequência. Comer sobremesas todos os dias com certeza vai te dar alguns quilinhos a mais pois dependendo da escolha, ela pode dobrar a quantidade de calorias consumidas na refeição. O ideal é escolher um dia da semana para matar a vontade daquele doce que tanto gosta.

E para quem está acostumado a comer doces todos os dias, pode sofrer abstinência se diminuir o consumo. Você pode ficar mais ansiosa ou irritada. Vá diminuindo aos poucos e substituindo os doces que está acostumada a comer por frutas secas e bananada sem açúcar. Assim você vai se acostumando a comer menos doces.

Doces com frutas são ótimos para comer sem atrapalhar a dieta

Mate a vontade de um docinho

Veja cinco sugestões de doces que você pode comer sem culpa. Além de possuírem bons valores nutricionais e menos calorias, ajudam a manter a pele bonita. Só não vale exagerar, hein!

Gelatina de frutas

Uma boa dica é colocar pedaços de frutas misturados à gelatina. Você não precisa colocar frutas do mesmo sabor da gelatina. Pode variar e usar a imaginação. Um bom exemplo é a gelatina de abacaxi, que fica muito bem com pedaços de frutas cítricas.

Mousse de maracujá

Para se deliciar com um musse de maracujá sem se preocupar em ganhar uns quilinhos a mais, use o leite condensado light no preparo. Substitua ainda o creme de leite pelo creme de soja. Essas substituições não vão interferir no sabor mesmo porque o forte gosto do maracujá predomina no doce.

Frutas em calda ou compotas

São muitas as opções de frutas em caldas. São inclusive bem fáceis de preparar em casa e a vantagem é que elas se tornam um doce pouco calórico. Mesmo assim, é bom desfrutar sem exageros.

Picolés de frutas e sorvete natural de banana

Picolés de frutas são pouco calóricos. Só evite coberturas e outras combinações, pois elas sim podem triplicar a quantidade de calorias do sorvete.

Outra dica bem refrescante e deliciosa é o sorvete natural de banana. Basta congelar a banana madura com casca, enrolada em papel manteiga. Tire a casca e bata no liquidificador com cacau.

Bomba de chocolate

Sim, você leu certo. Se você gosta de chocolate, então por que não comer chocolate? E uma bomba de chocolate possui menos calorias do que se imagina – cerca de 300, que poderiam ser queimadas em 30 minutos de caminhada. Sem contar que o chocolate pode ajudar na produção de serotonina, substância que proporciona sensação de bem-estar e até ameniza sintomas da TPM. Ele possui também antioxidantes, substâncias que retardam o envelhecimento das celular e favorecem o sistema circulatório. Só não vale se animar com tudo isso e comer bomba de chocolate todos os dias, hein?

 → INCRÍVEL! Ela perdeu 30 kg em 45 dias!!! Veja como:

[Total: 2    Média: 3/5]